• Levi Soares

Como funciona a terapia on-line?




Muitas pessoas tem dúvidas sobre como funciona a terapia on-line. Por isto resolvemos escrever este pequeno texto para tirar suas dúvidas explicar como ela acontecem.


Em um mundo cada vez mais conectado, é natural que muitos processos se transformem junto às novas tecnologias. Isto já ocorre por exemplo em reuniões de grandes empresas, em suportes e assistências técnicas de determinados equipamentos e até mesmo na transmissão simultânea de palestras. Com a Psicologia não seria diferente.


Embora já houvesse autorização para psicólogos realizarem atendimentos on-line desde 2012, foi somente em 2018 que o Conselho Federal de Psicologia autorizou que processos de psicoterapia fossem conduzidos através da internet. Antes, consideravam-se possíveis apenas atendimentos esporádicos, que não representassem um acompanhamento psicológico propriamente dito.


Assim, os atendimentos on-line acontecem via de regra através de videoconferência, embora também possam acontecer através de mensagens de e-mail ou ligações telefônicas. Essas chamadas de vídeo são realizadas através de plataformas que garantam o sigilo das informações, como é o caso do Whatasapp e do Skype.





É necessário que o paciente tenha acesso a uma boa rede de internet, um aparelho (computador ou telefone) adequado e a um lugar confortável, tranquilo e silencioso em sua casa, onde possa ter privacidade para falar sobre tudo que desejar. Sugere-se a utilização de fones de ouvido para melhorar a qualidade do áudio ao longo do atendimento.


Psicólogo e paciente combinam o horário, conectam-se e então o atendimento acontece. Ele ocorre de forma muito similar às sessões presenciais. A dinâmica é praticamente a mesma: o paciente fala sobre o que desejar, coisas que lhe incomodam, suas questões emocionais... o psicólogo fornece a escuta adequada e faz as pontuações necessárias.


A comunicação ocorre de forma tranquila e segura. O fato de ser uma videoconferência ajuda para que o atendimento tenha uma atmosfera mais íntima, já que psicólogo e paciente podem se observar ao longo da conversa. Isto também permite ao profissional captar aspectos emotivos nas expressões faciais, o que não seria possível através de uma simples ligação telefônica ou chamada de áudio. Não é permitida qualquer forma de gravação.


A duração costuma ser a mesma: de 45 minutos a uma hora, com eventuais descontos de tempo devido a questões técnicas que impossibilitem a comunicação, como no caso de quedas na rede de internet. Os atendimentos também costumam ser semanais em um horário combinado entre profissional e paciente.


Em geral, cabe ao profissional avaliar a necessidade de atendimentos presenciais. Um bom exemplo disto seria o de um paciente com transtorno mental mais severo, como em um transtorno depressivo grave. Neste caso, o encontro pessoal entre paciente e terapeuta traria grandes benefícios, além de ser essencial para uma avaliação mais minuciosa.


Os resultados costumam ser bastante eficientes, não havendo muitas diferenças em relação aos atendimentos presenciais. A terapia on-line é ideal para pessoas que não tem possibilidade de comparecer ao consultório, como aquelas que moram em outras cidades. Também é adequada para pessoas com horários mais restritos, dada a facilidade de realizar o atendimento através da internet.


Além disto, os atendimentos on-line também representam uma conveniência para o paciente, que pode ser acompanhado no conforto de sua casa. É uma alternativa bem interessante em tempos onde todos estão conectados. Caso tenha ficado interessado ou se ainda tem alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato com a gente!



Referências CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. CFP publica nova resolução sobre atendimento psicológico on-line. Disponível em: https://site.cfp.org.br/cfp-publica-nova-resolucao-sobre-atendimento-psicologico-online/




0 visualização

Atenção: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento

imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br.

Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.

Copyright © 2019 Sentidos Psicologia - Todos os direitos reservados.